Adesão ao plano odontológico cresce nas empresas

Apesar de não ser tão conhecido e disseminado quanto a assistência médica, o plano odontológico já está entre os quatro principais benefícios oferecidos pelas empresas atualmente. Por ser um benefício mais barato, o segmento de planos odontológicos possui grande margem para crescimento, principalmente nas empresas. De acordo com o estudo “Valor Análise Setorial – Planos Odontológicos”, o número de usuários de planos odontológicos cresceu 7,2% no último ano.

Não apenas as empresas, mas também os funcionários estão, cada vez mais, valorizando essa cobertura. Muitas empresas estão contratando planos odontológicos como política de retenção dos colaboradores. Em um cenário de menor crescimento da economia, o plano odontológico é um benefício que tem custo final relativamente baixo para o consumidor e para as empresas.

No momento da contratação de um plano odontológico para os funcionários é de suma importância verificar a abrangência geográfica, exclusões, coberturas e prazos de carências de cada opção disponível no mercado e avaliar qual é a mais adequada ao perfil do quadro de colaboradores. O contratante também deve verificar se a empresa está registrada na ANS (Agência Nacional da Saúde) e se seus produtos estão em situação ativa. Nesse momento, é de extrema importância a intermediação de um corretor. Ele pode simular a contratação em diversas operadoras com o intuito de oferecer a melhor opção de acordo com as respectivas necessidades da empresa.

DATA
10-08-17
CATEGORIAS

COMPARTILHE