Muito além das cáries: 5 doenças bucais que podem ser evitadas

O corpo humano é uma máquina e todas as suas funções estão interligadas, não é diferente com a função oral. Afinal, a saúde do nosso corpo começa pela boca. Se a higiene bucal está deficiente, o organismo fica vulnerável a uma série de doenças bucais.

 

O descuido com a higiene bucal é a principal causa da doença periodontal, que se caracteriza pelo acúmulo de placa bacteriana, conhecida como tártaro, ocasionando mal hálito, cáries, gengivite e outros problemas nos dentes e na gengiva.

 

A melhor forma de prevenir doenças bucais é por meio da higienização oral correta e do acompanhamento regular do dentista. Contudo, muitas pessoas ainda negligenciam a saúde bucal, e só se dão conta de sua importância quando é tarde demais.

 

A seguir, conheça algumas das doenças bucais mais comuns e descubra como preveni-las:

 

  1. Cáries: Talvez essa seja a doença bucal mais comum. Resultante do acúmulo de bactérias entre os dentes, a cárie é causada pela má higienização bucal. As cáries são responsáveis por produzir ácidos que afetam a estrutura dos dentes e, se não tratada pode trazer sérios riscos à saúde bucal.

 

  1. Mau hálito: o mau hálito pode ser causado por diversas razões, devido à ingestão de determinados alimentos e má hidratação, mas, a principal causa é a má higiene bucal. Apesar de não trazer consequências para a saúde, o mau hálito pode impactar a autoestima e qualidade de vida da pessoa.

 

  1. Gengivite: é uma inflamação na gengiva, causada por uma infeção bacteriana. Assim como nos exemplos anteriores, a gengivite também pode ser evitada com uma higiene bucal adequada. Se não tratada corretamente, a doença pode evoluir para uma periodontite, que pode ocasionar a perda dos dentes.

 

  1. Periodontite: é o estágio mais avançado da inflamação nos dentes, sendo uma evolução da gengivite não tratada. Os principais sintomas são sangramento na gengiva, sensibilidade, mau hálito e retração da gengiva. Essa doença bucal pode afetar a estrutura do dente, podendo resultar em sua perda.

 

  1. Endocardite bacteriana: esse é um dos problemas mais sérios originados da falta de higiene bucal. A infecção causada pelas bactérias bucais, se não tratada, pode entrar no sistema sanguíneo e atingir válvulas ou tecidos, causando danos ao revestimento interno do coração, sendo um agravante para doenças cardíacas.

 

Leia também: Mitos e verdade sobre a saúde bucal

 

Cuidados essenciais com a saúde bucal

Alguns hábitos simples podem minimizar os riscos de doenças periodontais, tais como:

 

  • Escolha uma escova dental de boa qualidade. Ela deve ter cabo reto, cabeça pequena, cerdas macias e arredondadas.

 

  • Higienização adequada: a escovação adequada deve ser feita no mínimo 3 vezes ao dia, após as refeições. Lembre-se: troque a escova de dentes a cada três meses ou quando estiver muito desgastada.

 

  • Use o fio dental diariamente: ele auxilia a higienização completa dos dentes, principalmente onde a escova não alcança.

 

  • Evite o abuso de alimentos ricos em açúcar e amido, pois eles facilitam o acúmulo de placa bacteriana.

 

  • Frequente o dentista a cada 6 meses para realizar a limpeza dentária e os exames preventivos.

 

Cuide do seu sorriso, consulte o seu dentista regularmente!

 

Você já possui um plano odontológico? Conheça nossas soluções e cuide da sua saúde bucal como ela merece! Entre em contato com nosso time de especialistas e fale conosco!

DATA
14-09-18
CATEGORIAS

COMPARTILHE