Seguro de vida x Acidentes pessoais: entenda a diferença

Muitas seguradoras oferecem seguros de acidentes pessoais e seguros de vida em sua gama de produtos. É comum que os consumidores, na hora de contratar um seguro ou outro, fiquem com dúvidas sobre as condições de cada um. Quando é melhor fazer um seguro de acidentes pessoais e quando é melhor contar com um seguro de vida? Qual a diferença em entre eles? Para solucionar as principais dúvidas, preparamos um guia que esclarece as diferenças entre eles.

Seguro de acidentes pessoais

Este seguro cobre morte e invalidez permanente (total ou parcial) exclusivamente por acidente. Indicado para o público em geral, especialmente quem trabalha por conta própria e que dependem de boas condições físicas para exercer suas atividades. Por ter uma cobertura menos ampla, custa menos que um seguro de vida e normalmente o preço não altera para jovens ou idosos.  É possível fazer este seguro de forma individual ou em grupo.

Em geral, o seguro de acidentes pessoais oferece como cobertura básica a indenização em caso de morte e invalidez permanente (total ou parcial) causadas por acidente. Estas coberturas, além de outras que são oferecidas como adicionais, dependendo da seguradora, tem como principal características a causa, que deve ser por acidentes pessoais, externos, ou seja, quando o segurado pode sofrer este dano de forma súbita. Resumindo, os sinistros que são cobertos por este tipo de seguro devem acidentais, caso contrário não serão indenizados.

Os corretores recomendam a contratação do seguro de acidentes pessoais por pessoas que trabalham por conta própria, empresários e profissionais liberais que dependem de boas condições físicas para sua atuação profissional. Além deste perfil, pessoas jovens, solteira, sem filhos também podem considerar a opção de fazer este seguro frente ao seguro de vida.

Seguro de vida

Este seguro tem a finalidade de garantir a proteção financeira para seus familiares ou pessoas que dependem de você, no caso de sua ausência. Ele tem cobertura para risco de morte, ocorrida por causa acidental ou natural. Além de invalidez permanente ou parcial, invalidez funcional ou laborativa permanente por doença, despesas médicas, doenças graves, entre outros. O cálculo é baseado na variação de idade do segurado, o que não ocorre no seguro contra acidentes pessoais.

Ou seja, o seguro de vida se caracteriza por cobrir morte natural ou acidental, já o seguro de acidentes pessoais, indeniza unicamente no caso de falecimento por acidente pessoal coberto. Os mesmo vale para as demais coberturas. No seguro de vida, dependendo do tipo de seguro contratado, os beneficiários e o próprio segurado terão acesso à indenização por diferentes causas, no seguro de acidentes pessoais a causa se limita e o seguro só cobre acidentes.

Outra diferença entre os seguros é que, em geral, o seguro de acidentes pessoais não apresenta grande diferença de preço para pessoas mais jovens ou idosos, coisa que acontece no seguro de vida

Ainda não sabe que seguro contratar? Entre em contato com um de nossos especialistas e solicite uma cotação!

 

DATA
19-01-18
CATEGORIAS

COMPARTILHE