Osteoporose – Saiba como tratá-la!

Fique atento aos sinais da osteoporose

“Osteoporose é definida como a perda acelerada de massa óssea, que ocorre durante o envelhecimento, provocando a diminuição da absorção de minerais e de cálcio, ocasionando ossos fracos.” 

Segundo a ONU (Organização das Nações Unidas), a doença pode surgir em qualquer pessoa a partir dos 18 anos, sendo mais comum em idades avançadas, e é um dos principais responsáveis pelos acidentes e afastamentos temporários do trabalho. 

Como classificá-la? 

A osteoporose é dividida em Primária e Secundária, sendo a primeira, subdividida em Tipo I e Tipo II:

Primária Tipo I – Contém alta reabsorção óssea, decorrente de uma atividade osteoclástica acelerada – a osteoporose pós-menopausa;  


Primária Tipo II – Relacionada ao envelhecimento e aparece por deficiência crônica de cálcio; 


Secundária – Decorrente de processos inflamatórios, como artrite reumatoide, alterações endócrinas, falta de exercício físico, uso de álcool e medicamentos contendo heparina. 

“Em qualquer um dos tipos, as primeiras manifestações clínicas ocorrem quando já houve perda de 30% a 40% da massa óssea.” 
 

Sintomas da Osteoporose

Por se tratar de uma doença silenciosa, onde dificilmente é identificado o sintoma, você deve estar atento aos pequenos detalhes. O primeiro sinal pode ser percebido já numa fase mais avançada, outros podem surgir com o avanço da doença: 

  • Sensibilidade óssea; 
  • Dor na região lombar devido às fraturas dos ossos da coluna vertebral; 
  • Dor no pescoço; 
  • Postura encurvada. 

Tratamento e Prevenção 

O objetivo do tratamento é controlar a dor, com o uso de medicamentos que estimulem a produção de massa óssea como a vitamina D, por meio da alimentação ou de suplementos. A prevenção da osteoporose deve ser feita por meio da inclusão de hábitos saudáveis, como: 

  • Praticar exercícios físicos de forma regular; 
  • Expor-se diariamente ao sol, por pelo menos 15 minutos; 
  • Evitar o consumo de bebidas alcoólicas e/ou tabaco; 
  • Consumir a quantidade de cálcio recomendada pelo médico. 

Embora a osteoporose ainda não tenha cura, através do tratamento, podemos prevenir fraturas, controlar a dor e agir de forma a retardar a perda de massa óssea.

DATA
14-10-19
CATEGORIAS

COMPARTILHE