05
ago

Semana Mundial da Amamentação

Criada em 1990, a Semana Mundial da Amamentação tem como objetivo conscientizar e esclarecer sobre a importância do aleitamento materno.

O ato de amamentar é muito mais do que alimentar um bebê e/ ou uma criança. Ele fortalece o vínculo afetivo entre mãe e filho, além de ter um grande impacto na saúde do bebê: ao amamentar, a mãe nutre ao mesmo tempo em que promove o fortalecimento da sua imunidade e da imunidade do seu bebê, reduzindo a mortalidade infantil e o prevenindo de infecções e doenças. 

BENEFÍCIOS DA AMAMENTAÇÃO

– É o melhor e mais completo alimento que existe para o bebê. 

– Melhora o desenvolvimento intelectual e auxilia no desenvolvimento cognitivo. 

– É por meio do leite materno que o bebê recebe todos os anticorpos que precisa para estar protegido contra inúmeras doenças.

– Diminui as chances de hemorragia e anemia pós-parto na mãe. 

– Diminui as chances de câncer de ovário, fraturas por osteoporose e artrite reumatoide. 

– Desenvolve a imunidade do bebê, prevenindo contra doenças como: asma, bronquite, diabetes e obesidade na vida adulta.

Recomenda-se o aleitamento materno de livre demanda, exclusivamente nos primeiros seis meses de vida.

A amamentação, no início, pode ser um período complicado que necessita de paciência e persistência da mãe. Alguns fatores, como a pega incorreta das mamas, estresse, ansiedade da mãe, fissuras e dores nas mamas, podem dificultar esse processo. 

Caso existam dificuldades que impeçam a amamentação, é recomendada a procura de um profissional na área da saúde, para um aconselhamento e orientações que promovam o aleitamento materno.